Festival do Rio 2018 #8: 'Asako I & II', decepção vinda de Cannes

Por Eduardo Cabanas (Twitter: @edu_dc)

14) Asako I & II (Netemo Sametemo, Japão, 2018), direção: Ryûsuke Hamaguchi
(Foto: Divulgação)
Não dá pra entender certas escolhas de Cannes. Fico imaginando como uma obra tão medíocre foi parar na mostra principal do maior festival do mundo. "Asako I & II" pode até ter alguns bons momentos, mas de um modo geral não passa de uma historinha boba, absurda e forçada que simplesmente não sabe quando parar. A trama dá voltas, se alonga além do necessário e parece não se decidir entre o estranhamento e o realismo. A narrativa fica então confusa, sem conseguir se estabelecer com firmeza em nenhum dos tons que apresenta. A própria protagonista soa como uma menina indecisa de ações inexplicáveis, jamais demonstrando dilemas complexos ou sequer reais. Embora a premissa tivesse elementos interessantes, a execução do projeto praticamente naufragou qualquer chance de se atingir um bom filme. Nota: 2/5 (Regular) 

Sobre o autor: Eduardo é produtor cultural, cinéfilo, viciado em séries, nerd nas horas vagas e autor do blog de viagens Player 1 Viajante: www.player1viajante.com
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!