'Oito Mulheres e um Segredo': diversão com soluções fáceis

Crítica por Eduardo Cabanas (Twitter: @edu_dc)

"Oito Mulheres e um Segredo", Direção: Gary Ross (Foto: Barry Wetcher/Divulgação - Warner Bros)
Difícil imaginar uma fórmula tão infalível quanto a da franquia "Ocean's". Diversos atores de primeira, trama ágil, montagem dinâmica e algumas reviravoltas. A trilogia de Steven Soderbergh e George Clooney se baseava nestes elementos para entregar um entretenimento leve, porém eficiente. Portanto não é de se espantar que o novo filme, agora com elenco feminino, faça... exatamente a mesma coisa.

Sai Soderbergh, Clooney, Brad Pitt, Matt Damon e companhia, entra Gary Ross, Sandra Bullock, Cate Blanchett, Sarah Paulson e companhia, mas a rigor o formato permanece o mesmo: uma história de assalto feita para divertir, sem maiores pretensões. Não que isso seja necessariamente ruim, pelo contrário, funciona muito bem. 

(Foto: Divulgação - Warner Bros)
Apesar do roteiro simplório, o maravilhoso elenco compensa em carisma e bom humor. É inevitável perceber os talentos das atrizes, que conseguem encantar e convencer através de poucos gestos ou falas, as vezes até preenchendo lacunas causadas pelo fraquíssimo desenvolvimento das personagens. Então mesmo quando o texto falha em dar informações de background, breves cenas de interação entre Bullock e Blanchett ou Mindy Kaling e Bonham Carter já são o suficiente para dizer tudo que precisamos saber. 

Portanto é uma pena que a produção tenha sucumbido a Rihanna, quando poderia ter investido em alguma outra atriz mais talentosa, mesmo que desconhecida. Vejam como a novata Awkwafina se saiu bem, praticamente roubando a cena mesmo com o limitado tempo de tela. Rihanna pode ser uma grande cantora, mas tem zero carisma, não rende nada atuando e destoa do restante do grupo. Algo que o próprio diretor, Gary Ross, parece perceber, ao dedicar falas bem curtas para sua pop star. 

Felizmente a atenção do cineasta é em Sandra Bullock, protagonista e força motriz da trama. Se não fosse por ela e (a maioria) de suas companheiras, realmente não sobraria muita coisa. A montagem é dinâmica, a trilha contagiante, mas o filme não passa de um amontoado de soluções fáceis que desabariam após qualquer reflexão mais aprofundada. Não que eu queira fazer isso. Estou perfeitamente satisfeito com o show de ilusões de "Oito Mulheres e um Segredo" e prefiro não acordar.

Nota: 3/5 (Bom)

Mais informações:
- Elenco, fotos e ficha técnica completa: www.imdb.com/title/tt5164214
- Distribuidora: Warner Bros

Sobre o autor: Eduardo é produtor cultural, cinéfilo, viciado em séries, nerd nas horas vagas e autor do blog de viagens Player 1 Viajante: www.player1viajante.com
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!