'Corra!' de Jordan Peele e 'Dunkirk' de Christopher Nolan

Críticas por Eduardo Cabanas (Twitter: @edu_dc)

"Corra!", Direção: Jordan Peele (Foto: Divulgação - Universal Pictures) 
"Corra!" poderia ser definido pelo momento em que a personagem de Catherine Keener empurra o protagonista (Daniel Kaluuya) no "esquecimento" (sunken place, em inglês). A forma como o diretor Jordan Peele resolve visualmente este conceito tão fascinante é digna de aplausos. O trabalho do cineasta é realmente fora curva, se destacando como o ponto mais forte deste projeto. Reparem na sua habilidade de achar soluções visuais diferentes, assim como de mesclar gêneros improváveis, indo da comédia ao horror de forma fluida e elegante. Peele é mesmo uma revelação: dono de um apuro estético singular e também ótimo em encenar seus atores, que entregam performances muito particulares. 
Já como roteirista, diria que o americano está um passo atrás. Não que o texto de "Corra!" seja ruim, muito pelo contrário. Mas o fato é que em diversos momentos que o filme funciona como forma, falha um pouco como roteiro. Se na direção temos um trabalho quase impecável e detalhista, na história em si surgem alguns pontos questionáveis após breve reflexão. Poderia citar os excessos na narrativa, como a sequência do cervo sendo atropelado (um clichê pobre de filme de terror) ou a cena do divertido Rod com os policiais (engraçada, mas irrelevante pra trama). Mas nem creio que esses sejam o problema. Na realidade, as partes mais questionáveis são os instantes em que o roteirista abre mão de um lógica interna em prol do suspense. Então convenhamos que numa análise em retrospecto algumas coisas ficam esquisitas e até meio bobas, como por exemplo: o leilão no jardim (Chris poderia ter visto e fugido na hora), o comportamento dos negros dominados (não condizem com o que descobrimos no final) e até mesmo o modus operandi da Rose que parece um tanto lento e ineficiente (se ela fazia o papel da namoradinha, como que vários desaparecimentos anteriores não levaram até ela? Vamos combinar que a técnica que abre o filme é bem mais efetiva). Enfim, são pequenos detalhes que na hora passam batidos, mas soam como uma vista grossa do roteirista. 
Mas de qualquer maneira, no final das contas, não chegam a destruir com o filme. "Corra!" é uma obra tensa, socialmente relevante e muito eficaz. Uma dessas que estreou já virando um clássico instantâneo.

Nota: 4/5 (Muito Bom)

Mais informações:
- Elenco, fotos e ficha técnica completa: www.imdb.com/title/tt5052448
- Distribuição: Universal Pictures

"Dunkirk", Direção: Christopher Nolan (Foto: Divulgação - Warner Bros)
Por algum motivo que não entendo, o Christopher Nolan ganhou nos últimos anos uma legião de críticos enfurecidos. Preciso deixar claro que não faço parte deste grupo. Na verdade, estou no lado contrário: gosto muito do cineasta. Reconheço que ele tende a investir em muitas explicações redundantes e se perder um pouco na organização espacial das sequências de ação. Mas considero problemas minoritários, uma vez que seus trabalhos costumam desenvolver conceitos interessantes, se arriscar do ponto de vista narrativo e dar munição para os espectadores pensarem e discutirem o que assistiram. 
"Dunkirk" tem parcialmente alguns desses méritos, em especial a inventiva estrutura do roteiro dividida em três tempos distintos. A forma como o diretor expande e comprime cada linha temporal é impressionante, remetendo um pouco o seu exercício em "A Origem". A diferença para o filme de 2010 é que neste atual faltam personagens, falta envolvimento e sobra indiferença. Por mais que Nolan se esforce, as figuras que povoam "Dunkirk" não poderiam ser mais genéricas e desinteressantes. O que gera um filme insosso, do qual não tenho nem muito o que falar. Sim, ele tem um projeto de som magnífico, planos bem decupados e uma montagem eficiente. Mas também é tão vazio de emoção quanto uma bula de remédio. Se restou alguma dúvida, este é de longe o pior dos filmes indicados ao Oscar.

Nota: 3/5 (Bom)

Mais informações:
- Elenco, fotos e ficha técnica completa: www.imdb.com/title/tt5013056
- Distribuidora: Warner Bros

Sobre o autor: Eduardo é produtor cultural, cinéfilo, viciado em séries, nerd nas horas vagas e autor do blog de viagens Player 1 Viajante: www.player1viajante.com
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!