Festival do Rio 2017 #6: 'God's Own Country', premiado em Berlim

Por Eduardo Cabanas (Twitter: @edu_dc)

11) God's Own Country (idem, Reino Unido, 2017), direção: Francis Lee
(Foto: Divulgação)
"God's Own Country" chega ao Rio de Janeiro com duas grifes muito importantes em seu currículo: Berlim e Sundance, premiado em ambos. Os motivos de tamanho sucesso no circuito de festivais não são difíceis de entender. O filme tem um controle na narrativa raro de se ver. Nada parece sobrar na encenação contida de Francis Lee (diretor e roteirista). Sua história é basicamente visual, com poucos diálogos, calcada em detalhes e pequenas ações. Até os conflitos do roteiro seguem a lógica do universo de silêncio e contemplação daqueles personagens: poucas palavras, atuações controladas, nem um resquício de melodrama. Mas paradoxalmente, os mesmos mostram uma capacidade enorme de amar. Isso que torna o filme tão belo: um "eu te amo" desesperado pode indicar afeto, mas um toque, um olhar, um sorriso discreto indicam ainda mais. Nota: 5/5 (Excelente)

Sobre o autor: Eduardo é produtor cultural, cinéfilo, viciado em séries, nerd nas horas vagas e autor do blog de viagens Player 1 Viajante: www.player1viajante.com
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!