Banda inglesa Marillion agita o Vivo Rio com grandes sucessos

Marillion agita noite com sucessos no Vivo Rio (foto:Emanuelle Valles)

A banda inglesa Marillion inspirou a noite fria de Sábado dos cariocas, (30/04/16) com direito a muitos sucessos e intensidade, trazendo a nova turnê "South America Tour 2016" para o Vivo Rio, casa de espetáculos localizada no MAM, Zona Sul do Rio de Janeiro. A casa ficou cheia para receber a espetacular performance de Steve Hogarth, Steve Rothery (guitarra), Mark Kelly (teclados), Pete Trewavas (baixo) e Ian Mosley (bateria).

Pontuais, como apenas os ingleses são, a banda Marillion subiu ao palco às 22h e chegou numa energia contagiante, começando a noite com "King Of Sunset Town". Steve estava inspirado, seja em suas interpretações quanto ás tentativas de diálogo em português com a plateia, demonstrando que o respeito e o carinho pelo público carioca é história de muitos anos.

Steve Hogarth (foto: Emanuelle Valles)


A última vez que tivemos os ingleses em terras cariocas foi em 2014, na mesma casa de espetáculos. O Contracenarte estava presente e podemos de imediato fazer comparações dos shows: em 2014, Steve entrou entregue, como é característico de sua personalidade, porém mais contido. Ontem foi diferente, encontramos uma energia vital mais intensa e empolgante. Tão empolgante que durante a sua performance em "Hooks In You", nosso frontman escorregou, trazendo uma certa preocupação para quem estava mais próximo do palco. Felizmente nada de grave ocorreu.

Para uma banda que tem em seu repertório mais de 17 álbuns e 37 anos de estrada é impossível agradar a todos com tantos sucessos que poderiam ter sido interpretados. Tivemos as aclamadas "Power", "Kayleigh" e já no bis, "Beautiful". Essas duas últimas músicas foram hits que ultrapassaram a barreira do rock progressivo e tornaram-se hits pop e portanto, para os mais jovens que ali estavam, provavelmente foram os momentos de maior proximidade. Logo após "Kayleigh" o público pedia em uníssono "Lavender" e, para a felicidade de todos, o pedido fora aceito e tivemos uma interpretação digna de arrepiar a alma. Foi um daqueles momentos de intimidade e sinergia entre fãs e banda. Retornando ao setlist,  tivemos "Sounds That Can´t Be Made", "Afraid of Sunlight" e "King". 

Pena que a banda fez apenas uma concessão no setlist, pois a lista de pedidos era enorme. Senti falta por exemplo de "Neverland", uma das músicas mais longas e intensas do repertório da Marillion, que estava no repertório de 2014 mas não foi interpretada ontem. A verdade é que se tivéssemos mais concessões, estaríamos ainda escutando sucessos e mais sucessos... bem que não seria mal... rs

Marillion no Bis (foto: Emanuelle Valles)

Tivemos 2 bis, começando com "The Invisible Man", onde H retorna ao palco com novo figurino, seguido de "Beautiful" e fechando a noite com "Garden Party". Uma noite inesquecível, com certeza.

Confira o setlist da noite:

The King of Sunset Town
Power
You're Gone
Cover My Eyes (Pain and Heaven)
Hooks in You
Sugar Mice
Afraid of Sunrise
Man of a Thousand Faces
Easter
Kayleigh
Lavender
Sounds That Can't Be Made
Afraid of Sunlight
King
Bis 1

The Invisible Man
Bis 2
 
Beautiful
Garden Party


 

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!