Djavan volta aos palcos do Rio com novo álbum 'Vidas pra Contar'

Djavan volta ao Rio com novo álbum e turnê (Foto: Emanuelle Valles)
O Rio de Janeiro foi presenteado com o primeiro show do novo Álbum e turnê de Djavan: “Vidas pra Contar”, que estreou nessa sexta-feira dia 8 de abril de 2016 no Vivo Rio (Aterro do Flamengo).  Um show com um toque íntimo e pessoal do artista, que nos revela, agora por música, a influência da presença de sua mãe, na faixa Dona do Horizonte. Porém tem mais, ainda resgata músicas fortes, que consagram sua carreira, mas que não necessariamente foram os hits mais tocados de cada disco. E gritam sempre: Lindo..lindo..lindo! Djavan nos leva a enxergar uma matiz diferente a cada período, novas nuanças em cada uma de suas músicas. A paleta de cores desse artista já não cabe em escalas, que com sua voz segura e cativante vai extraindo felicidade, saudades, amor e suspiros de cada um de nós. O som do Vivo Rio estava bom, porém tive a impressão que levou algum tempo para que o retorno fosse acertado na primeira música.

Djavan no violão (foto: Facebook oficial Djavan)
Não existe consenso nas músicas que são pedidas aos berros! Para alguém com tantos sucessos, qualquer acorde nos confunde da cabeça aos pés, e assim lhe devoram seus fãs. Fomos saciados em nossa sede de música boa, ouvindo desde os hits consagrados “Eu te Devoro”, “Acelerou” e “Flor de Lys”, aos grandes momentos onde Djavan trouxe suas referências poéticas e com maestria cantou “A Rota do Indivíduo”, “Encontrar-te” e tantas outras músicas – poesia. Músicos maravilhosos sustentam um show de muita emoção, com metais inundados de sentimentos, arranjos primorosos e liberdade, pois Djavan arrebata a todos em coro e corpo, levando os presentes a cantar e dançar, fazendo a plateia deixar as cadeiras quando quer para unir-se ao palco. Esse é o 23º disco da carreira do artista, mas não existe ausência de energia, amor ou experimento, ingredientes que sempre foram muito bem trabalhados e apresentados ao seu público e críticos.

Ainda teremos mais duas apresentações, esgotadas, para esse fim de semana, porém com sorte você encontrará algum desafortunado impossibilitado de ir! Fico feliz quando vejo pessoas das mais diversas idades comparecendo a um show de um artista encantado, que canta cultura, felicidade, e porque não: amor de verdade. Sim! Amor; pois por ser encantado, o amor revela-se, e por ser amor, invade e fim.

Confira o setlist da noite do dia 8/4:

1.
2. Miragem
3. Eu te Devoro
4. Me Leve
5. Outono
6. Alívio
7. Não é um Bolero
8. Linha do Equador
9. Encontrar-te
10. Vida Nordestina
11. Açaí
12. A Rota do Indivíduo
13. Pétala
14. Vidas Para Cantar
15. Dona do Horizonte
16. Flor de Lys
17. Fato Consumado
18.
19. Acelerou
20. Lilás
21. Boa Noite

Bis

Um Amor Puro
Azul
Sina







Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!