Midrash traz leituras teatrais dramatizadas, Confira!

Da Redação

Furio Lonza (foto: Divulgação)
Quatro peças de Furio Lonza, três delas inéditas, tomam os palcos do Midrash em outubro e novembro. As leituras dramatizadas acontecem nos dias 21/27 de outubro e 3/10 de novembro.

Autor ítalo-brasileiro com mais de 15 livros publicados, Furio Lonza estará no Midrash Centro Cultural apresentando quatro peças em leituras dramatizadas. No dia 21 de outubro, o ciclo começou com a leitura de “A Única Revolução Possível”, história de duas amigas que se reencontram depois de anos e colocam a conversa em dia, redescobrindo uma a outra. No dia 27 de outubro, será lido o drama “Família”, no qual um casal faz uma peregrinação ao passado, ao visitar a misteriosa família da mulher. Dia 3 de novembro, a leitura será de “Piedosa Comédia, adaptação livre de um conto de Julio Cortázar, na qual o autor recria a dicotomia realidade/alucinação dos personagens à beira do precipício. Finalizando, dia 10, será a vez de “Jantando com Isabel”, na qual dois outsiders unidos por uma amizade estão apaixonados por uma mulher que, ao que tudo indica, pode ser a mesma. As leituras começam às 20h30, com entrada gratuita.

O objetivo do ciclo é mostrar facetas do autor Furio Lonza como dramaturgo e sua maneira de trabalhar o cotidiano no palco. Ao colocar em cena seus personagens, ele privilegia a mensagem, não descuidando da forma e alternando bom humor com lirismo, mesmo quando enfoca situações-limite do ser humano.

Furio Lonza lança mão de diversas formas de dramaturgia: da tragédia à adaptação de clássicos contemporâneos, do meta-teatro à reflexão sobre o cotidiano, da filosofia das ruas à crueldade pura e simples. É nessas encruzilhadas da vida que homens e mulheres se defrontam consigo mesmos e com o perigo da realidade. Para incrementar essa diversidade de temas e estilos, Lonza chamou profissionais especializados que irão reger o ritmo e estabelecer os parâmetros estéticos para as leituras encenadas. Portanto, são quatro visões distintas de quatro diretores diferentes, um para cada peça: Gustavo Damasceno, Sidnei Cruz, Joana Lebreiro e Xando Graça.

Programação

21 out
A Única Revolução Possível
Texto: Furio Lonza
Direção: Gustavo Damasceno
Com Rose Abdallah e Adriana Seiffert

Sinopse: Duas amigas se encontram depois de muito tempo e colocam a conversa em dia. Na medida em que as informações vão pingando no colóquio, percebe-se a diferença de caráter de cada uma, que foi se formando de acordo com fatos do passado e os diversos acasos que amoldaram suas posturas perante a vida. Um diálogo pertinente aos dias de hoje, dignificando a gravidez com tintas pra lá de utópicas e românticas e encarando a esterilidade com uma angústia épica.
20h30 / Gratuito | Livre


27 out
Família
Texto: Furio Lonza

Direção: Sidnei Cruz
Com Clara Santhana, Gustavo Damasceno, André Luiz Lima, Alexandre Varella e George Luis

Sinopse: Um casal faz uma peregrinação ao passado. Nessa visita aos familiares da mulher, eles se defrontam com situações inusitadas e dramáticas, que vão pouco a pouco revelando segredos encalacrados no íntimo de cada um. Num duelo que põe em cena diferenças e preconceitos, culturas que se anulam, rancores mal resolvidos, a peça aborda a relatividade dos laços de parentesco em contraposição à construção de uma identidade autônoma, que teima em resolver problemas de afeto, mas que sempre esbarra em dogmas concebidos arbitrariamente de cima para baixo.
20h30 | Gratuito | 14 anos

03 nov
Piedosa Comédia
Texto: Furio Lonza
Direção: Juliana Lebreiro
Com Ricardo Martins, Simone Mazzer, Iza Lanza e Camila Nhary.

Sinopse: Nesta adaptação livre de um conto de Julio Cortázar, o autor recria o universo onírico e fantástico de personagens à beira do precipício, onde o tempo está parado, sempre à espera que seus personagens apodreçam. O meta-teatro é a fórmula ideal para desenvolver o tema da dissimulação e da dicotomia realidade/alucinação. O autor lança mão de mil artifícios para que esse eclético time de perdedores enfrente a perda, o medo e a consequente volta por cima.
20h30 | Gratuito | 12 anos


10 nov
Jantando Com Isabel
Texto: Furio Lonza
Direção: Xando Graça
Com Xando Graça e Roberto Bomtempo 

Sinopse: Nesta peça montada em 2011, Lonza contrapõe outros dois outsiders, unidos por uma amizade absolutamente inédita (em grau e intensidade), apaixonados por uma mulher que, ao que tudo indica, pode ser a mesma. Isabel é um caso do passado de ambos e eles fazem de tudo que reavê-la. Da mesma forma que na peça que abriu o ciclo, as informações vão sendo colocadas homeopaticamente na narrativa, até que o clima de torna de tal maneira claustrofóbico que os dois amigos se vêem

20h30 | Gratuito | 12 anos

Quem é Furio Lonza
Autor ítalo-brasileiro com mais de 15 livros publicados, nasceu em 1953, na cidade de Trieste, norte da Itália, e migrou para o Brasil em 1958, país em que reside até hoje e onde produziu toda sua obra literária e dramatúrgica. Graduado em jornalismo , Lonza foi editor da revista underground Chiclete com banana entre 1987 e 1992, e mais tarde atuou como jornalista em diversos órgãos de imprensa. Em 1977, Lonza publicou seu primeiro livro, Contos de Esquina e, entre os seus livros publicados estão Sturm und Drang (1983, Editora Demônio Negro), As mil taturanas douradas (melhor livro de 1994, prêmio FNLIJ), Guia de auto-ajuda para quem assiste TV (1996, Editora Ensaio), História Impossível (2003, Editora Demônio Negro). Em março de 2011, estreou seu primeiro texto teatral - Patagônia - em montagem dirigida por Xando Graça, com Diana Hime e Joana Lerner, em temporada no Teatro Maria Clara Machado (Planetário), Rio de Janeiro e, ainda em 2011, foi lançado pela Editora 34 seu romance "Crossroads". Em 2012, seu texto teatral "Jantando com Isabel" cumpriu temporada no Teatro Poeirinha (Botafogo, Rio de Janeiro), em montagem dirigida por Henrique Tavares, com Xando Graça e Isaac Bernat. Agora, em 2015, foi lançado pela Editora Penalux seu romance "O Homem".

Serviço
‘Leituras Teatrais Dramatizadas’
Entrada gratuita 
Midrash Centro Cultural

Rua General Venâncio Flores, 184, Leblon, Rio de Janeiro
Tel.: 21 2239-1800
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!