#QuinaCinematográfica: FITZANIVERSÁRIO

Hoje é quinta, dia de quina e aniversário de Fitz!

E é em clima de parabéns para você que vamos seguir com a quina desse mês, última quina de setembro!

Francis Scott Key Fitzgerald - amigo Fitz - nasceu no dia vinte e quatro de setembro de 1896, em Saint Paul no estado de Minnesota. Romancista, cronista, roteirista e poeta estadunidense está entre grandes escritores da famosa e adorada "Geração Perdida" da literatura americana. Tal termo "Geração Perdida" foi dado para batizar um grupo de artistas que estavam na França nos anos finais da primeira guerra, refúgio para manifestações criativas, discussões - conversas - filosóficas e criações literárias. Casado com Zelda Sayre (Fitzgerald) por muitos anos, viveu o maior amor, a mais dolorosa saudade e maior felicidade ao ser pai de Scottie -  Frances Scott Fitzgerald.

Sendo assim, vamos falar de cinco filmes baseados nas obras de Fitz. Mas para acompanhar a leitura, vamos ouvir juntos o som da manie dansnate?


  



O HYPADO GATSBY!

Até a versão de Baz Luhrmann, "O Grande Gatsby" era apenas um clássico da literatura, um filme romântico com um belo roteiro. Não que a nova versão seja ruim, mas foi alvo para muitas críticas. Olhando por outro lado, Baz Luhrmann foi uma escolha adequada para o filme, assim com Gatsby, um novo-rico, Baz é um emergente do cinema, e criando um paralelo entre o jazz do século 20 e o new hip-hop do século 21, podemos dizer que sua escolha não foi mais do que adequada, ele consegue entender a superfície de Gatsby. Mas amigo, quem é Gatsby e do que você está falando?

"O Grande Gatsby" é a história de Jay Gatsby, milionário misterioso que promove extravagantes festas em sua casa afim de atrair a atenção de sua antiga amada Daisy, agora casada com Tom Buchanan, ricos e de família tradicional. E toda a história é narrada por Nick Carraway - primo de Daisy -  vizinho de Gatsby e alter ego de Fitzgerald. O filme destaca-se por seus figurinos extravagantes, soundtrack cheia de grandes nomes de 2014,fotografia e efeitos.






UM TANTO CURIOSO

"O Curioso Caso de Benjamin Button" é baseado em um conto homônimo de Fitz, lançando pelo autor em 1921. O filme é dirigido por David Fincher e roteirizado por Eric Roth. O filme levou duas indicações ao Oscar, por melhor filme e melhor ator (Brad Pitt).O filme possui um roteiro belíssimo e atuações sensacionais e fortes de Brad Pitt e Cate Blanchett.

É a história de um homem, Benjamin, que nasce com a aparência envelhecida e por isso, pensando que ele é um monstro, seu pai o abandona. Benjamin é criado num lar assistencial de idosos e, enquanto pequeno, todos pensavam que ele iria acabar por morrer rapidamente. Durante a sua infância conhece Daisy, o grande amor da sua vida. Apesar de ninguém acreditar na sua sobrevivência, ele vai ficando mais novo ao longo dos anos, vendo os outros ao seu redor envelhecerem.





DRAMA CONTURBADO

"O Último Magnata" baseado em uma inacabada obra de Fitz, aborda o lado não tão glamouroso do cinema.O lado onde as batalhas existem para um filme acontecer e que permitem uma arte inteira existir. O filme traz um elenco grandioso, e todas as críticas internas possíveis de um estúdio de cinema. A trama se desenvolve graças a um Monroe Stahr grandioso e inspirado, personagem de Robert De Niro. Viciado em trabalho, tem sua rotina abalada por uma jovem, por quem se apaixona e comete alguns excessos rapidamente. Desagradando os produtores, o personagem chega em "férias" tão desejadas. Presente no filme, o estrelato, a crueldade dos bastidores, fazem com que a temática hollywoodiana caracterize o filme. Vale super o confere!


Cena do Filme "O Último Magnata" (foto:Reprodução)

SUAVE NA NAVE

"Suave é a Noite" é um filme de 62 (1962) baseado em uma das novelas de Fitz. A história de uma multimilionária - Nicole Warren - que  tinha muitos problemas psicológicos, de maneira que a sua irmã, Baby Warren, era a sua tutora legal. Nicole acabou por ser internada numa clínica especializada na Suíça e talvez acabasse por passar o resto da sua vida, se não fosse a dedicação de Dick Diver, um psiquiatra que num tempo recorde fez desaparecer todos os problemas de Nicole. Não poderia ser diferente: o médico e a paciente acabam por se apaixonar e casam-se. Este casamento não agradou a F. Dohmler, o responsável pela clínica, que alertou a Dick que Nicole o veria como um ser divino até descobrir que ele era humano. Para piorar a situação, durante a sua recuperação Dick mantinha-se longe da profissão, tornando-se cada vez mais dependente dela quer a nível emocional e financeiro.



Cena do Filme "Suave é a Noite" (foto:Reprodução)




GRAND GREAT GATSBY FINALE

Pode repetir filme? Sim,pode sim! "O Grande Gatsby" é um dos maiores clássicos da literatura.E já ganhou tantas interpretações e versões que não poderia deixar de mencionar a mais bonita de todas. Beleza que a última versão é lotada de efeitos e atores maravilhosos, figurinos Prada e tudo mais, mas a versão de 74 (1974) é a mais charmosa, possui o roteiro mais delicioso e carrega uma dupla e tanto. Dirigida por Jack Clayton e roteirizada por Coppola Father (Francis Ford). A história de Nick vizinho de Gatsby milionário, observador do grande amor existente entre Gatsby e Daisy, casada com Tom conta com todo charme dessa dupla. Um bom filme..


Cena do Filme "O Grande Gatsby" de 1974 (foto:Reprodução)


Essa quina foi uma forma de parabenizar Fitz, que por muitas vezes nos tocou com suas histórias e reflexões. E se podemos respirar os mesmos conflitos, os mesmos amores e prolongar o tempo, podemos ouvir Fitz. Viver suas histórias, e entrar em seus personagens. 

Essa foi nossa quina de quinta. se você gostou como esperamos, entre em contato conosco através dos contatos abaixo, e semana que vem tem nossa primeira quina de outubro. 

Contatos: redacao@contracenarte.com / leonardorebello@outlook.com












Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!