Estreia: 'O Pena Carioca' em Agosto no Teatro Poeira, Confira!


'O Pena Carioca' direção de Daniel Herz estréia em Agosto (foto:divulgação)
A montagem reúne três peças de Martins Pena, fundador da comédia de costumes brasileira: ‘A família e a festa na roça’ (1838), ‘O caixeiro da taverna’ (1845) e ‘O Judas no sábado de aleluia’ (1846). O patrocínio é da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro/Secretaria Municipal de Cultura.

No momento em que o Rio de Janeiro celebra quatro séculos e meio de vida, a premiada Companhia Atores de Laura, fundada e sediada na cidade há 23 anos, decidiu investigar as singularidades de se viver em uma metrópole com tantos paradoxos. Foi com essa inquietude que o grupo, dirigido por Daniel Herz, mergulhou na obra do fundador da comédia de costumes brasileira para a montagem de seu novo espetáculo, ‘O Pena Carioca’. Com estreia marcada para 4 de setembro, sexta-feira, no Teatro Poeira, a produção reúne três peças emblemáticas de Martins Pena (1815-1848), dramaturgo raramente encenado fora dos círculos acadêmicos: ‘A família e a festa na roça’ (1838), ‘O caixeiro da taverna’ (1845) e ‘O Judas no sábado de aleluia’ (1846). Os três textos são apresentados na íntegra. O patrocínio é da Prefeitura da cidade do Rio de Janeiro/Secretaria Municipal de Cultura.

“O nosso desafio foi ultrapassar a dimensão histórica desses textos, além de questões ingênuas e pueris, e mostrar de que maneiras eles podem refletir sobre o cotidiano do carioca hoje”, explica Herz. “Você percebe com perplexidade que certas mazelas da época continuam atuais: a valorização do estrangeiro, a tentativa de conquistar uma estabilidade pelo funcionalismo público, o deslumbramento pela vida urbana...”.

‘O Pena Carioca’ é o primeiro clássico nacional montado pela Companhia Atores de Laura, que já levou à cena peças de Shakespeare, Molière, além de textos coletivos produzidos pelo grupo, duas adaptações de romances do paranaense Cristovão Tezza, entre outros trabalhos. A trama ‘A família e a festa na roça’ gira em torno de uma moça que quer se casar com o médico que retorna à cidade, enquanto sua família insiste em uma união arranjada; ‘O caixeiro da taverna’ acompanha a trajetória de um caixeiro ambicioso cujo maior sonho é se tornar sócio da loja onde trabalha – sem escrúpulos, esconde que é casado para a dona, que morre de amores por ele. Em ‘O Judas no sábado de aleluia’, o protagonista se esconde na figura de um boneco de Judas e testemunha conversas entre vários personagens, inclusive a de sua pretendente, que não é quem ele pensa ser. Entre uma obra e outra, serão apresentados trechos de outros textos do dramaturgo.

No elenco, estão Ana Paula Secco, Anderson Mello, Leandro Castilho (que também assina a direção musical), Luiz André Alvim, Marcio Fonseca e Paulo Hamilton, atores da companhia, e Gabriela Rosas, atriz convidada pelo grupo para este trabalho.  “O Pena Carioca privilegia muito a figura do ator, dá a liberdade de se criar grandes tipos cômicos”, avalia Daniel. O figurino de Antonio Guedes, que dá ênfase aos acessórios e adereços para marcar os personagens, e o cenário de Fernando Mello da Costa, que recheia o palco com figurinos, também evidenciam essa reverência ao ator. Completam a equipe criativa Aurélio de Simoni (iluminação) e Duda Maia (direção de movimento).


Serviço:
O Pena Carioca
Temporada: 04 de setembro (para convidados) a 25 de outubro.
Local: Teatro Poeira 
Endereço: Rua São João Batista, 104 – Botafogo
Telefone: (21) 2537-8053
Sessões: 5ª a sáb., às 21h, e domingo, às 19h.
Preço: R$ 70 (inteira) e R$ 35 (meia).
Capacidade: 120 lugares
  


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!