A amostra 'Espaços Articulados' chega ao Paço Imperial; Confira!

Por Leonardo Rebello

(Foto: Sem título (Série Rio Malandro), 1986 - acrílica sobre tela, 90 x 90 cm)
A primeira sensação ao entrar na exposição que acontece no paço imperial, não poderia ser diferente. Recepcionado por cores vibrantes e uma geometria explosiva, entramos no enredo da amostra e iniciamos uma construção de Paulo Roberto Leal. O primeiro salão inicia uma sequencia de obras da série “Rio Malandro”, apresentando “About Rio Ziriguidum” de 1968. 

Paulo Roberto Leal - Espaços Articulados
(foto: Reprodução - "Armagem" de 1972 )
A segunda impressão ou vivência é um segundo salão conflitante. De um lado a excelência em obras feitas de papel emolduradas em acrílico, coloridas e cheias de movimento e simetria. Obras que trabalham sombras e encontros – o que nos leva a questionar onde estamos ( uma felicidade singular maravilhosa). Já no outro lado, encontramos traços geométricos, uma paleta com tons pastel e a desconstrução, ou melhor, corrosão do passado e futuro. O que acredito ser uma exposição de conflitos e a personalidade do artista – assim como nós vamos lá, ambíguos.

A exposição se estende em mais três outras salas e nos leva a um repouso, uma sala com obras –formas – geométricas em telas brancas surradas não só por seu tempo de vida, mas pelo traço simples, preciso.


(foto: Reprodução - "Malandro" de 1987)

Eis que, BOOM. Voltamos às cores em uma amostra com clássicos, com cores vibrantes – amarelo, vermelho, preto e azul – obras como “Palmeira Imperial”, “Muralha do Quasar” e “Malandro”. No mesmo salão encontra-se uma instalação com seis objetos triangulares com mais de um metro e meio que simbolizam dobraduras em papel, e se aprofundar na história, verá que o movimento criado é semelhante ao de uma vela – de um barco a vela. 

Despedindo-se da amostra, duas pequenas saletas apresentam as matérias e formas usadas, um primeiro evidencia a geometria e elementos gráficos através do uso de metais e nylon representando as formas em uma grande caixa – uma espécie de bloco de metal- que convida o expectador a entrar. Já a última saleta retrata através de dois registros fotográficos e uma instalação, o uso do papel, uso de dobradura e cores fortes. Usado pelo artista.

Paulo Roberto – visionário – pertenceu a um grupo de artistas que trabalharam com independência e liberdade, buscando, como ele próprio dizia fazer com que o sentido da obra se tornasse evidente em sua construção. 

Buscamos inspirações que nos levam para outros mundos, com outros olhos, e com diferentes olhares transformamos o cotidiano, aquilo que somos e o que buscamos. "Espaços Articulados" não trata-se apenas de uma amostra de um determinado artista, faz questionar onde estamos, quem somos e o que buscamos a frente. Não deixe de conferir. 

Serviço:

Reflexões Explosivas -  Amostra "Espaços Articulados"

Local: Paço Imperial - Pavimento
Praça XV de Novembro 48 - Centro
Rio de Janeiro/ Brasil
Tel.: +55 21. 2215-2622
www.pacoimperial.com.br
Em cartaz até 07/06/2015
Horários: Terça a domingo, 12-18h
Quanto: Entrada Franca
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!