‘O Comediante’ encerra temporada dia 7 no Teatro Clara Nunes

Ary Fontoura e elenco de "O Comediante" (Foto: Divulgação)

Dirigido por José Wilker e Anderson Cunha, espetáculo “O Comediante”, estrelado por Ary Fontoura, encerra temporada carioca no dia 07 de setembro, no Teatro Clara Nunes, na Gávea, no Rio de Janeiro. Em ‘O Comediante’, do jovem dramaturgo Joseph Meyer, o personagem de Ary Fontoura vive o duelo constante entre duas personalidades que habitam o mesmo ser: a que se vincula ao mundo real, e aquela que cria um universo próprio e paralelo. Walter Delon é o pseudônimo de Antonio, um ator esquecido no tempo, um sujeito solitário e incomum.

“Este texto é uma referência crítica à indústria cultural do entretenimento, transitando pelo universo cômico e pelo drama psicológico de um ator que, enfeitiçado pela própria imagem, cria um mundo paralelo à sorte da sua loucura, numa época em que a mídia torna o sujeito descartável, os atores são transformados em produto e, desta forma, substitui o velho pelo novo, o feio pelo belo”, explica o autor.

(Foto: Divulgação)

Assim, através das próprias memórias, o personagem mergulha num processo de rever o passado. Tudo faz parte de um plano arquitetado por Norma (Ângela Rebello) e o inescrupuloso agente Eric (Gustavo Arthiddoro), que com isso pretendem trazer o esquecido ator de volta à mídia através do lançamento de uma biografia. Caberá à jovem jornalista Júlia (Carol Loback) apresentar ao público as histórias, o humor ácido e a realidades construídas pela personalidade fascinante do velho Walter Delon:

“Há atores para os quais a imagem que criaram se torna o seu alter ego, o seu duplo. A imagem jamais os deixa. Para mim, esse pensamento de Stanislavski define o nosso protagonista. Trata-se de um ator que deixou de separar a ficção da realidade”, conceitua Anderson Cunha.

‘O Comediante’ é uma declaração de amor à arte dramática e suas armadilhas, um espetáculo cujo caminho entre o cômico e o dramático é desnudado através do delicado jogo entre os atores. Marca também o último trabalho de José Wilker, que faleceu durante os ensaios.

(Foto: Divulgação)

Segundo Anderson Cunha, que teve a responsabilidade de conduzir o espetáculo desde então, “a partida dele foi um impacto muito grande em todos nós, mas o teatro é poderoso, através dele conseguimos assimilar a perda e fomos em busca de uma forma de homenagear este grande homem da cena. Eu tentei ser o mais fiel possível ao conceito criado pelo Wilker, já tínhamos um primeiro esboço de quase todo espetáculo”. “Todos nós, envolvidos neste trabalho, tentamos reproduzir o que ele queria. É a nossa homenagem!”, sentencia Ary Fontoura.

O espetáculo é uma ode ao teatro, aos grandes astros e estrelas da cena brasileira, alguns do passado, outros eternizados em nossas memórias, e outros tantos do cenário contemporâneo. A trama propõe ao espectador que reflita sobre o tempo, a velhice, a solidão, a vaidade, as relações, enfim, sobre a própria natureza humana.

Completam a ficha técnica Maneco Quinderé (iluminação), José Dias (cenografia), Marília Carneiro (figurinos) e Marcelo Alonso Neves (trilha sonora).

(Foto: Divulgação)

Serviço:

“O Comediante”

Temporada até 07 de setembro
Teatro Clara Nunes - Rua Marques de São Vicente, nº 52, 3º piso, Shopping da Gávea.
Telefone: 2274-9696
Horários: Quinta e sexta: 21h30; Sábado: 21h; Domingo: 20h
Ingressos: Quinta e sexta - R$ 80 / Sábado e domingo – R$ 90
Capacidade do teatro: 450 lugares
Duração: 90 minutos.
Classificação: 12 anos.
Horário de funcionamento da bilheteria: De terça a domingo, de 14h às 22h

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!