The Maine leva o Circo Voador à loucura (e as meninas também!)

por Marie Linhares

The Maine (Foto: Reprodução/Internet)

Depois de dois anos de abstinência, os fãs de The Maine finalmente puderam respirar aliviados. A banda voltou ao Brasil e começou sua turnê em terras cariocas, no Circo Voador. O show, que teve como banda de abertura o ex-A Rocket To The Moon que agora investe em sua carreira solo Nick Santino, surpreendeu pela pontualidade: Nick subiu ao palco 20h e terminou seu show às 20h30, sharp. Já os meninos do The Maine começaram seu show 10 minutos antes, levando o público à loucura.

Cheguei no Circo alguns minutos antes dos shows começarem, tempo suficiente para observar que haviam muitos pais e mães sentados aguardando o término do show, enquanto as filhas (ou filhos) curtiam o show de pertinho. Apesar do público majoritariamente adolescente, ainda dava para achar muita gente de 20 e poucos anos curtindo o show, por acompanhá-los desde o início da carreira... Sim, eu era uma delas. Muito bom quando trabalho e lazer se juntam!


The Maine em ação (Foto: Marie Linhares/Contracenarte)

Os meninos começaram com uma jam e emendaram em "Run", música do último disco deles, Forever Halloween. O que me surpreendeu foi a setlist bem variada, com faixas dos quatro álbuns de estúdio da banda, incluindo algumas do primeiríssimo (e meu favorito) "Can't Stop, Won't Stop" também. Um dos momentos mais cativantes do show foi a nova versão que eles fizeram de "You Left Me", do primeiro álbum, com um arranjo super romântico. Muito fofinhos!

Assista no player abaixo a música "You Left Me"ao vivo no Rio de Janeiro


Durante todo o show, John se comunicava com a platéia, mandava beijinhos e não parava de dizer o quanto eles estavam se sentindo bem de estar de volta, como eles amavam o Rio e a sua receptividade... Falava sempre que este era um dos melhores shows da vida deles. Observando todos eles, flagrei um momento lindo de Garrett dando uma de suas palhetas para um fã que estava no front row, que deve ter ficado feliz da vida com o gesto.

A música que John fez para sua mãe, muito querida pelos fãs brasileiros, fez com que ele a incluísse no setlist. Ele fez questão de ressaltar antes de tocar que estava tocando especialmente para todos que pediram muito e gostavam muito da música, que estava tocando para nós, fãs brasileiros. A música leva o nome da mãe do vocalista e chama-se Jenny. Lindo, né? Além disso, o set contou com uma música nova, Ugly.


Algo que me chamou muita atenção foi o letreiro posicionado no backdrop do palco, com os dizeres "Strength will find you sooner than you ever thought it would", da música Waiting For My Sun To Shine. Deu um visual incrível junto com o painel repleto de logos da banda, que ironicamente se parece muito com a do Maroon 5.


Letreiro no fundo do palco (Foto: Marie Linhares/Contracenarte)


A turnê ainda passará por São Paulo, Porto Alegre e Curitiba. Os paulistas sortudos, vão contar com dois dias de show, no Carioca Club. Um dica que eu dou: aproveitem, porque esse é um dos melhores show que o The Maine já trouxe para terras tupiniquins!



Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!