Projeto Livro de Rua promove ação da Zona Sul a Zona Norte; Confira!

Da Redação

(foto: Reprodução/ Internet)
Imagine-se colhendo o fruto do saber! No lugar de frutos na árvore, você encontra livros que te levem ao conhecimento. É isso que crianças da Zona Norte a Zona Sul poderão colher no próximo sábado (3 de maio). Histórias. O evento é gratuito.

Sobe iniciativa do projeto Livro de Rua, projeto que incentiva o amor pelas palavras, pela escrita poética, pelo conhecimento das artes, da História, das Ciências exatas e Filosofia, os adultos terão a oportunidade de oferecer o melhor da literatura infantil e juvenil para as crianças: Na árvore haverá clássicos importantes que as crianças não podem deixar de conhecer. A ação acontece na Praça Nazaré, em Anchieta. De 9h às 11h.

No domingo (4), a mesma ação acontece na Zona Sul, na Praça Edmundo Bittencourt, no Bairro Peixoto. Interessados poderão participar contando historias. As crianças do bairro poderão levar livros para compartilhar leitura e, se quiser, libertá-los!!

Às 9h, serão montados pés de livro e a brincadeira rola até o último leitor!

Já às 16h, a Biblioteca na Praia será montada na Praia do Leme, na altura da Rua Anchieta. Lá, acontecerá Sarau colaborativo de poesia. O evento conta com estantes cheias de livros que poderão ser retirados pelos interessados. Quem quiser contribuir com o projeto, pode levar livros para libertar!

O projeto existe há 5 anos graças ao empenho do professor Pedro Gerolimich, criador da iniciativa. 

Hoje conta com diversas ações, em toda a cidade. O objetivo de Pedro é despertar, nas pessoas, o gosto pela leitura.

Serviço: 

Leitura na praça com libertação de livros
Dia: 03 de maio
Local: Praça Nazaré – Anchieta - Zona Norte
Horário: de 09h às 11h

Leitura na Praça com libertação de livros
Dia: 04 de maio
Local: Praça Edmundo Bittencourt – Bairro Peixoto – Copacabana - Zona Sul
Horário: de 10h às 12h

Biblioteca na Praia
Dia: 04 de maio
Local: Praia do Leme (Próximo a Rua Anchieta) - Zona Sul
Horário: 16h às 19h
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Amei a ideia. Sempre encaminho livros doados à escola municipal próxima. Alguém precisa de algo, outra pessoa quer desfazer-se daquele objeto. Funciono como ponte entre estes dois sujeitos. Deixaram na minha porta uns sacos de lixos. No meio do lixo,ótimos livros,uma flauta novinha e alguns brinquedos. Tô com vontade de colocar uma estante na barraca próxima de casa e libertá-los. Será que posso?o projeto não é meu,parece que é do mundo todo.Que nome dou:livro de rua,Livro viajante.
    Eunice

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!