"Prazer" mostra a busca de quatro amigos pela felicidade


Veja no player acima cenas de "Prazer"

Com concepção e dramaturgia da companhia Luna Lunera, de Belo Horizonte, o espetáculo “Prazer” estreia no dia 11 de abril no Centro Cultural Banco do Brasil, no Centro do Rio de Janeiro. Apesar das inquietações, angústias e impasses cotidianos, quatro amigos tentam a coragem de buscar a alegria. A peça teve orientação dramatúrgica de Jô Bilac, colaboração artística da atriz Roberta Carreri (OdinTeatret), do bailarino e coreógrafo Mário Nascimento e do videoartista Éder Santos. De acordo com a direção do espetáculo, a temporada será de quarta a domingo, às 19h. Os ingressos custam R$6.

Um fragmento do livro “Uma aprendizagem ou o Livro dos Prazeres” de Clarice Lispector, em que um dos personagens diz que “uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente” inspirou a companhia mineira a iniciar o processo de criação deste trabalho. A proposta de direção de “Prazer” vem dar continuidade a uma pesquisa que teve início em 2007, quando a companhia vivenciou um processo inédito em sua trajetória.

(Foto: Divulgação)

“Não tivemos a pretensão de adaptar um de seus textos ou de construir uma encenação que traduzisse seu universo simbólico”, explica Isabela Paes. “A concepção partiu das reflexões, afetos e movimentos internos gerados por estas leituras”, ou seja, “sua obra norteou o processo como fonte de inspiração e alimento poético”, conclui.

Cada ator desenvolveu um projeto de direção, tendo como mote o conto “Aqueles Dois”, de Caio Fernando Abreu, e teve uma semana para dirigir os demais atores. A princípio, um dos projetos seria eleito e um dos atores seria o diretor do espetáculo. Mas os mineiros decidiram experimentar a criação de um espetáculo com direção e dramaturgia compartilhadas.A peça estreou em 2007,em Belo Horizonte, e segue em cartaz até hoje, tendo sido apresentada em mais de 60 cidades brasileiras, e no México.

Em 2003, a Cia. vivenciou o estudo prático e teórico do Processo Colaborativo, sistematizado por Antônio Araújo (Teatro da Vertigem), que visa horizontalizar as relações na criação do espetáculo. Desta forma, os pilares direção-atuação-dramaturgia trabalham juntos na sala de ensaio, sem texto dramático prévio. Na ocasião, o Luna Lunera construiu a peça “Nesta Data Querida”, seguindo o modelo proposto por Antônio Araújo, com a presença de um diretor, um dramaturgo e os atores.

A partir de “Aqueles Dois”, viu-se concretizada na Cia. a possibilidade de uma direção e dramaturgia compartilhadas, seguindo os preceitos metodológicos do Processo Colaborativo e, ao mesmo tempo, extrapolando-os ao desenvolver outros procedimentos para abarcar esse modelo de criação.

Sobre a Luna Lunera
A Cia. Luna Lunera, de Belo Horizonte, comemorou, em 2011, 10 anos de existência. Ao longo destes anos, a Cia. tem investido em diversificados caminhos de criação, através da pesquisa continuada e do diálogo com outros criadores contemporâneos. Nestes percursos foram construídos cinco espetáculos: “Perdoa-me por me traíres” (de Nelson Rodrigues; direção Kalluh Araújo, 2001); “Nesta Data Querida”, (dramaturgia de Guilherme Lessa; direção Rita Clemente, 2003); “Não desperdice sua única vida ou...” (dramaturgia e concepção Cia. Luna Lunera e Cida Falabella; direção Cida Falabella, 2005); “Aqueles Dois” (da obra de Caio Fernando Abreu; direção Cia. Luna Lunera, 2007) e “Cortiços” (da obra de Aluísio Azevedo; direção Tuca Pinheiro, 2008).

(Foto: Divulgação)

A Cia. produziu ainda, em 2009, o espetáculo infantojuvenil “Um gato para Gertrudes”, com direção e dramaturgia de Fafá Rennó, ex-integrante do grupo, e a Siana – Semana Internacional de Artes Digitais e Alternativas, evento integrante do calendário oficial do Ano da França no Brasil (França.Br).

Serviço:

“Prazer"

Datas da temporada: 11 de abril a 02 de junho – quarta a domingo
Horário: 19h
Classificação: 16 anos
Duração: 105 minutos
Gênero: Drama
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!