Peça inspirada no massacre de Realengo estreia na Gamboa

(Foto: Divulgação)

Nos dias 16 e 17 de fevereiro (sábado e domingo), a companhia carioca Teatro Inominável leva ao palco do teatro Galpão Gamboa, na Zona Portuária do Rio de Janeiro, o espetáculo "Sinfonia Sonho". Quarta montagem do grupo, a peça é inspirada no massacre de crianças ocorrido em abril de 2011, na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo. No palco é mostrada a história de Kevin, um menino de 9 anos que de súbito se torna alvo de um desejo: o de se tornar música, por conta da peça teatral que começa a ensaiar em sua escola.

O espetáculo visa trazer à tona um olhar mais atento e responsável sobre a infância e, por extensão, também sobre o futuro. Segundo o diretor e dramaturgo, Diogo Liberano, "O olhar sobre a realidade social do Rio de Janeiro nos provou que era do nosso próprio dia-a-dia que o absurdo nascia, nos fazendo alvo de situações consideradas impossíveis, como o massacre de crianças em Realengo. Ora, sendo assim, por que também não fazer a poesia nascer desse mesmo cotidiano?"

A peça coloca em cena o encontro de duas famílias vizinhas, incapazes de lidar com suas respectivas crianças. "Sinfonia Sonho é um olhar sobre a nossa realidade e também uma denúncia de sua perversão. Vivemos numa época em que valores como família e educação se encontram completamente abalados, abrindo espaço para uma série de perversões, como aquela que assegura a constante infantilização de adultos e a precoce "adultização" de crianças, ausentando a responsabilidade de adultos, educadores e pais sobre as nossas crianças, conclui Liberano.


(Foto: Divulgação)

A montagem teve sua estreia no Festival de Curitiba, em abril de 2012. Desde então, já percorreu mais de 10 festivais por todo o Brasil, sendo indicado ao 2º Prêmio Questão de Crítica na categoria "Direção". 

Sobre o "Gamboavista 2"
Sucesso em 2011, o projeto artístico Gamboavista volta ao Galpão Gamboa para reapresentar importantes espetáculos que já passaram pelos palcos da cidade. Entre os meses de novembro de 2012 e abril de 2013, o espaço dirigido por Marco Nanini e Fernando Libonati, recebe a programação que conta com a curadoria de Cesar Augusto. 

Sobre o Galpão Gamboa
O Galpão é um espaço para a experiência da liberdade cultural, das trocas afetivas que a convivência social proporciona. O projeto reúne cultura, esporte e saúde atestando seu compromisso com o bem-viver e a responsabilidade social oferecendo aos frequentadores, o que lhes é de direito e preciso para se tornarem cidadãos.

O Teatro do Galpão Gamboa foi inaugurado em agosto de 2010, com o espetáculo "Pterodátilos", de Nick Silver, com direção e adaptação de Felipe Hirsch e Marco Nanini e Mariana Lima no elenco. Com a primeira edição do GAMBOAVISTA e o projeto Rota Gamboa, o espaço já recebeu mais de 40 montagens, entre teatro adulto e infantil. Dentre os destaques: "Talvez", "Gaivota - Tema para um conta curto", "A mulher que escreveu a bíblia", "Amor confesso", "Ninguém disse que seria fácil", "O Filho eterno", "R&J Juventide interrompida", entre outros.

Serviço:
Datas: 16 e 17 de fevereiro (sábado e domingo)
Horários: Sábado, às 21h e Domingo, às 20h
Local: Galpão Gamboa – Teatro, Endereço: Rua da Gamboa, 279 - Centro - RJ
Capacidade: 80 lugares
Telefone: (21) 2516-5929
Classificação etária: 16 anos
Duração: 95 minutos
Gênero: Drama
Ingressos: R$20 (inteira) / R$10 (meia) para estudantes e idosos/ R$5 para moradores dos bairros da Zona Portuária apresentando comprovante de residência.

Vendas de Ingressos:

  • No Galpão: Terça a quinta: das 14h às 19h (Nos dias de espetáculo a bilheteria funciona das 14h até a abertura da sala ou até esgotarem os ingressos)
  • Na Pequena Central (Rua Conde de Irajá, n° 98 - Botafogo): Terça a quinta: de 10h às 16h
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!