“Bloco do Chá” atrai 250 mil foliões à orla de Ipanema

(Foto: Divulgação)

A orla de Ipanema, na Zona Sul do Rio de Janeiro, se transformou numa grande micareta no último domingo (3). Estreante no carnaval carioca, o “Bloco do Chá” atraiu cerca de 250 mil pessoas, segundo a Polícia Militar. Nem mesmo a chuva espantou os foliões que pularam ao som do cantor Netinho. Primeiro artista baiana a trazer um trio para o Rio (isso aconteceu em 1995), o intérprete de “Oh Mila” cantou sucessos da carreira e reuniu alguns famosos como o ginasta Diego Hipólito e os atores Marcos Pitombo e Alice Wegmann, de “Malhação”, e o seu irmão, o modelo Marcos Wegmann.

Durante a apresentação de mais de duas horas, Netinho homenageou Claudia Leitte, usando uma camisa com uma foto da cantora.  As belas traficadas da novela "Salve Jorge", da TV Globo, Stefanny Toledo, Nanda Costa e Ana Paula Lima também marcaram presença. O “Bloco do Chá” foi promovido pela festa “Chá da Alice”, uma das mais disputadas da noite carioca. "Nunca vi coisa igual! Uma multidão e não vi uma briga, um empurrão!!! Coisa linda, Coisa linda!”, disse Netinho.

Com três anos de existência, o Chá da Alice resolveu inovar e ao lançar o primeiro bloco carioca puxado por um cantor baiano. Netinho, que atualmente está morando no Rio, aceitou o convite da diretoria do bloco para levar toda a sua energia e misturar o carnaval baiano com os hits pop nacionais e internacionais, implementando assim o conceito da festa, cuja cenografia e ambientação voltada ao universo lúdico será levada para o desfile.

História de sucesso
O Chá da Alice é considerada pela mídia como uma das principais noites da cidade do Rio de Janeiro, apontada em todas as matérias de jornais, blogs e sites quando o assunto é festa que arrasta uma multidão por onde passa.

De acordo com os produtores, a festa "Chá da Alice" foi criada acidentalmente por dois atores, quando em 2009 foram comemorar seus aniversários com esse tema no extinto Mistura Fina e o produtor da casa convidou-os a repetir a dose por três sábados consecutivos visto que um renomado cantor cancelou suas apresentações. A festa que permanece com a mesma essência do início, já conquistou diversas cidades do Brasil como Recife, São Paulo, Belo Horizonte, Brasília e Curitiba e tem um público jovem e diversificado. Com idades entre 18 e 35 anos a festa é conhecida pela junção de todas as tribos.

O conceito consiste em trazer à noite a energia infantil que existe em cada um de nós. Para isso, a cenografia e ambientação é toda voltada ao universo lúdico com portas flutuantes, cogumelos, xícaras e cadeiras gigantes. Brinquedos como tobogã, guerra de cotonetes, cama elástica, tirolesa e até uma roda gigante já compuseram o cenário.

Com um público estimado em três mil pessoas por edição, Chá da Alice já recebeu cerca de 70 mil pessoas em seu tempo de existência. E já se apresentou em um único dia para 250 mil pessoas a convite da prefeitura da cidade de Caruaru (PE) no tradicional e maior São João do Mundo.

A queridinha dos famosos
Queridinha dos artistas que volta e meia assumem as carrapetas, o Chá mais famoso da cidade já recebeu: Reinaldo Gianechini, Zeca Camargo, Dado Dolabella, Bruno Mazzeo, Bárbara Borges, Viviane Pasmanter, Bruno Ferrari, Sheron Menezes, Jonatas Faro, Alexandre Slaviero, Thiago Martins, Cris Viana, Fernando Torquato, Guilherme Leme, Júlia Almeida, Graziela Schimith, Thiago Mendonça, Jacaré, Elke Maravilha, Emanuelle Araujo,Paloma Duarte, Fernanda Nobre, Fábio Porchat, Paulo Gustavo,Kelly Key, Banda Araketu, Banda Moinho, Banda É o Tchan, Rosana e outros.

O ator Marcos Pitombo (Foto: Divulgação)

Na última edição em maio o “Chá Preto” (junto com a cantora Preta Gil) a festa esgotou todos os 6 mil ingressos postos à venda. A magia da festa pode ser apreciada desde a entrada do público que é recebido pelos personagens principais da história: O Gato Risonho que desliza fazendo acrobacias aéreas em um tecido, o Coelho que faz saltos enormes com sua perna mecânica, a Rainha de Copas que comanda a fila com um dos seus soldados em uma perna de pau, o Chapeleiro Maluco com seu bule e a própria Alice que, sentada em uma cadeira gigante, serve o famoso chá aos convidados.

A música é contagiante e não deixa ninguém parado; o ritmo pop é bem variado e vai de Lady Gaga à Xuxa, unindo épocas completamente diferentes. ABBA, Michael Jackson,Sidney Magal, Amy Winehouse e Michel Teló fazem parte dessa mistura que promove uma noite única.

(Foto: Divulgação) 

Sem nenhum nexo as músicas são intercaladas com vinhetas retiradas de vídeos famosos do youtube e de toda a internet. É possível até dançar a abertura do Fantástico! Na noite das maravilhas os personagens distribuem brindes para todos os Aliceados (como os freqüentadores se intitulam): arcos da Minnie, Laços da Alice, Arcos de Princesa, gravatas, cartolas e pirulitos de coração.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!