O que vem por aí: Veja os musicais que estreiam em 2013

 
"O Rei Leão" (Foto: Divulgação)

O Brasil já é o terceiro maior produtor de musical do mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e Inglaterra. Para coroar esse avanço do teatro no país, oito musicais chegam aos palcos do Rio e de São Paulo no primeiro semestre de 2013: “Rock in Rio”, “Tudo Por um PopStar”, “A Família Addams”, “Ary Barroso do Princípio ao Fim”, “Como Vencer na Vida Sem Fazer Força”, “O Mágico de Oz”, “O Rei Leão” e “Cássia Eller – O Musical”.

A temporada inicia com “Rock in Rio”, dia 3, que inaugura a Grande Sala da Cidade das Artes, no Rio. Dirigido por João Fonseca, o espetáculo conta com 25 atores em cena e orçamento de R$ 12 milhões. O público infanto-juvenil tem lugar na plateia garantido no musical “Tudo Por um PopStar”. O espetáculo é a primeira produção da Aventura Entretenimento voltada para o público teen, com o objetivo de incentivar a leitura e ampliar a formação de público.

"A Família Addams" (Foto: Divulgação) 

Chega ainda à cena carioca “A Família Addams”, com Marisa Orth e Daniel Boaventura na pele do casal Morticia e Gomez Addams. Já “O Mágico de Oz” estreia em fevereiro em São Paulo com Heloísa Périssé substituindo Maria Clara Gueiros no papel da Bruxa Má do Oeste. A partir do dia 18 de janeiro, Diogo Vilela estreia o espetáculo “Ary Barroso do Princípio ao Fim”, encenado e escrito por ele.

Em março, Luiz Fernando Guimarães e Gregório Duvivier estrelam “Como Vencer na Vida sem Fazer Força”, mais uma superprodução da dupla Charles Möeller e Claudio Botelho. Sucesso há 15 anos ao redor do mundo, “O Rei Leão” ganha sua primeira montagem na América do Sul, com estreia marcada para 28 de março em São Paulo. E para finalizar, em agosto, estreia no Rio “Cássia Eller – Musical”, espetáculo que vai escolher sua protagonista através de um relaity show exibido pelo canal Multshow.

Rock in Rio - O Musical

(Foto: Divulgação)

O maior festival de música e entretenimento do mundo chega ao teatro dia 3 de janeiro e inspira um dos maiores espetáculos originais já montados no país. Escrito por Rodrigo Nogueira e dirigido por João Fonseca, a peça conta uma história fictícia e lúdica, inspirada nas emoções e transformações que a música é capaz de provocar. A trama acompanha a trajetória de superação de Sofia (Yasmin Gomlevsky) e Alef (Hugo Bonemer). Enquanto a menina, filha do organizador do maior festival de rock do mundo, não suporta ouvir música, o rapaz, mudo depois de sofrer um trauma familiar, tem um mundo particular, que expressa justamente pela música.

A peça é embalada por sucessos que marcaram diferentes edições do Rock in Rio, como “Pro Dia Nascer Feliz”, de Cazuza, “Freedom”, do George Michael; “Marvin”, dos Titãs; “Fear of the Dark”; do Iron Maiden, entre outras, em versões originais e vertidas para o português pelo próprio autor. Entre os 25 atores em cena estão Lucinha Lins e Guilherme Leme.

Tudo Por um PopStar

(Foto: Divulgação)

O primeiro livro escrito por Thalita Rebouças para o público adolescente vai se transformar em musical. “Tudo Por Um Pop Star” conta a história das amigas Gabi, Ritinha e Manu, moradoras de Resende que se aventuram em uma viagem ao Rio de Janeiro para ver de pertinho o show de seus ídolos, a boyband Slavabody Disco Disco Boys. O espetáculo estreia no dia 5 no Imperator – Centro Cultural João Nogueira, e no dia 12 de janeiro, no Teatro Clara Nunes. A montagem ficará em cartaz simultaneamente nos dois teatros, com mesmo elenco, cenografia e figurino. Para isso, foram criadas réplicas de cada peça de roupa e dos ambientes.

A Família Addams

(Foto: Divulgação)

Depois de uma temporada de imenso sucesso em São Paulo com 350 mil espectadores, é a vez do Rio de Janeiro conferir “A Família Addams”, comédia musical estrelada por Marisa Orth e Daniel Boaventura, que estreia no dia 10 de janeiro, no Vivo Rio. Inspirado na bizarra e querida família criada pelo lendário cartunista Charles Addams, o musical tornou-se uma das mais bem sucedidas produções da Broadway quando estreou em abril de 2010 em Nova York, onde faturou mais de US$ 64 milhões. O Brasil foi o primeiro país fora dos Estados Unidos a fazer uma montagem do espetáculo.

Ary Barroso do Princípio ao Fim

 
(Foto: Divulgação) 

Depois de dois anos de pesquisa, Diogo Vilela estreia em 18 de janeiro no Teatro Carlos Gomes, o espetáculo “Ary Barroso do Princípio ao Fim”, encenado e escrito por ele. O musical fala dos últimos dias do grande compositor brasileiro de “Aquarela do Brasil” que, acamado com total atenção de sua esposa, é chamado para ser homenageado pela Escola de Samba Império Serrano e ser tema do desfile de 1964. Assim, Ary Barroso vai relembrando sua vida e a criação de seus grandes sucessos. Além do próprio Diogo, fazem parte do elenco os atores Tânia Alves, Marcos Sacramento, Ana Baird, Mariana Baltar, Reynado Machado, Alan Rocha e Esdras De Lucia.

Como Vencer na Vida Sem Fazer Força
(Foto: Divulgação) 

Em março, chega aos palcos do Oi Casa Grande, no Rio, mais uma superprodução da dupla Charles Möeller e Claudio Botelho. Adaptado do livro “How to Succed in Business Without Really Trying”, o espetáculo conta a irreverente história de um lavador de janelas que encontra um guia prático de como ser bem sucedido nos negócios. O musical traz Luiz Fernando Guimarães e Gregório Duvivier como protagonistas e conta ainda com Letícia Colin e Gottsha no elenco.

A primeira montagem brasileira da peça foi interpretada por Procópio Ferreira, Moacir Franco e Marília Pêra. O musical estreou na Broadway em 1961, com Robert Morse no papel principal. Morse também estrelou o filme, seis anos depois. A última remontagem do musical em Nova York, entre 2010 e 2011, contou com as atuações de Daniel Radcliffe e Nick Jonas (dos Jonas Brothers).

O Mágico de Oz
(Foto: Divulgação) 

Depois do enorme sucesso na temporada carioca, “O Mágico de Oz” estreia em São Paulo em 22 de fevereiro no Teatro Alfa. A grande novidade é que a Bruxa Má do Oeste será vivida por Heloísa Périssé e não mais por Maria Clara Gueiros, que está gravando   a novela “Lado a Lado”, da TV Globo. Escrito há mais de um século por L. Frank Baum, “O Mágico de Oz” conta a história de Dorothy Gale (Malu Rodrigues), que vive uma rotina pacata com seus tios Henry (André Falcão) e Em (Bruna Guerin), em uma fazenda no Kansas.

Após um tornado, ela vai parar em uma terra chamada Oz, acompanhada apenas por seu cãozinho. Lá, ela conhece personagens como o Espantalho (Pierre Baitelli), o Homem de Lata (Nicola Lama) e o Leão Covarde (Lucio Mauro Filho). Juntos, eles seguem a Estrada de Tijolos Amarelos em busca do Mágico de Oz (Luiz Carlos Miéle) e enfrentam as vilanias da Bruxa Má (Heloísa Périssé). Com direção de Charles Möeller e Claudio Botelho, sobem aos palcos 35 atores e 16 músicos.

O Rei Leão

(Foto: Divulgação) 

Desde a sua estreia na Broadway, em 13 de novembro de 1997, já foram realizadas 19 produções de “O Rei Leão” em todo o mundo, com público superior a 65 milhões de pessoas. Depois de 15 anos, o musical finalmente chega à América do Sul pela primeira vez em 28 março, no Teatro Renault. Com direção de Julie Taymor e produção de Thomas Schumacher (presidente da Disney Theatrical Productions), a versão brasileira traz Gilberto Gil como autor das canções do musical e tradução do script assinada por Rachel Ripani.

No palco, uma mistura de elementos de arte e artesanato africano retratam os personagens, criados com centenas de máscaras e fantoches. O texto foi adaptado por Roger Allers, que codirigiu O Rei Leão para o cinema, e Irene Mecchi, que coescreveu o roteiro do filme. O som resultante de “O Rei Leão” é uma fusão da música popular ocidental e os diferentes sons e ritmos de África, que vão desde a música que rendeu o Oscar "Can You Feel The Love Tonight" até a balada "Shadowland".

Cássia Eller – O Musical

(Foto: Divulgação) 

O espetáculo tem como objetivo prestar uma homenagem à vida e à obra de Cássia Eller, que foi uma das mais talentosas cantoras da história brasileira. A escolha da protagonista será feita de maneira inédita, através de um Reality Show, que irá ao ar pelo Multishow, intitulado ‘Quero ser Cássia Eller’. A peça recriará os momentos mais marcantes carreira da cantora, além de suas principais canções e seu legado artístico-cultural.

Idealizado por Gustavo Nunes, ‘Cássia Eller – O Musical’ estreará no Rio de Janeiro, em agosto de 2013, com direção de Ernesto Piccolo, dramaturgia de Patrícia Andrade e direção musical de Lan Lan, com produção da Turbilhão de Ideias. A banda que estará no palco será a mesma que acompanhava Cássia em seus shows.

(Fonte: Globo Teatro)

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!