História do Rock In Rio é transformada em musical

Elenco de "Rock in Rio: O Musical" (Foto: Divulgação)

Um festival de rock que nasceu há quase 30 anos conquistou o mundo e agora chega aos palcos. Com a mesma ousadia que sacode palcos nacionais e internacionais desde 1985, o maior festival de música e entretenimento do mundo chega ao teatro e inspira um dos maiores espetáculos originais já montados no país. Com orçamento de R$ 12 milhões, “Rock in Rio - O Musical” é produzido pela Aventura Entretenimento, responsável por sucessos como Hair, A Noviça Rebelde, Um violonista no telhado e O mágico de Oz.

Escrito por Rodrigo Nogueira (indicado ao Prêmio Shell por Play) e dirigido por João Fonseca (de Tim Maia - O musical, que levou mais de 200 mil espectadores ao teatro), o espetáculo conta uma história fictícia e lúdica, inspirada nas emoções e transformações que a música é capaz de provocar. “Rock in Rio - O Musical” estreia dia 3 de janeiro, na Grande Sala da Cidade das Artes, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

O musical começou a ser idealizado há cerca de dois anos, quando Luiz Calainho, sócio da Aventura Entretenimento ao lado de Aniela Jordan e Fernando Campos, recebeu um telefonema de Roberto Medina, presidente do Rock in Rio. "Quando o Roberto me falou que queria transformar a marca Rock in Rio em um musical, topei na hora. Não é fácil o desafio porque estamos tirando tudo do zero, mas, ao mesmo tempo, é incrível poder tirar tudo do zero. É emocionante não ter um ponto de partida e, de repente, ver o Rodrigo Nogueira escrevendo um texto a partir de uma história absolutamente poderosa que o Roberto criou em 1985", declara Calainho.

Sem localização geográfica ou temporal, a trama acompanha a trajetória de superação de Sofia (Yasmin Gomlevsky, de O diário de Anne Frank) e Alef (Hugo Bonemer, de Hair). Enquanto a menina, filha do organizador do maior festival de rock do mundo, não suporta ouvir música, o rapaz, mudo depois de sofrer um trauma familiar, tem um mundo particular, que expressa justamente pela música. A peça é embalada por sucessos que marcaram diferentes edições do Rock in Rio, como Pro dia nascer feliz, de Cazuza, Freedom, do George Michael, Marvin, dos Titãs, Fear of the dark, do Iron Maiden, entre outras, em versões originais e vertidas para o português pelo próprio autor. A direção musical é de Délia Fischer, que criou novos arranjos para as canções, alinhados com a dramaturgia de cada cena.

(Foto: Reprodução/Internet)

Roberto Medina deu completa liberdade à equipe e se entusiasmou com a história original. "A coisa mais difícil de um projeto é você conseguir entregar uma experiência completa para as pessoas, e essa sempre foi a minha meta. Contratar uma banda e vender bilhetes é uma equação muito pequena. Por isso, ver o Rock in Rio ganhar vida própria é estimulante. Agora, a bola está com vocês", incentivou.

Equipe criativa
Depois de levar à cena a trajetória de Tim Maia e lotar os teatros do Rio e de São Paulo, o diretor João Fonseca se entusiasmou com as novas possibilidades oferecidas pelo projeto de “Rock in Rio - O musical”. "Comecei a imaginar, de imediato, o incrível repertório de canções que poderia pôr em cena. Ter Queen na trilha sonora, por exemplo, é um luxo", entusiasma-se ele.

Estreante na dramaturgia de musicais, Rodrigo Nogueira optou pela criação e desenvolvimento de um grande número de personagens. "Não quis ter coro, optei por colocar mais de 20 personagens em cena, todos eles com suas peculiaridades, sua história. A partir deles, contamos uma grande história sobre o poder de comunicação que a música sempre teve", explica o autor de Play, Ponto de fuga, Obituário ideal, entre outras peças.

Rock in Rio: O festival
O Rock in Rio soma doze edições, sendo quatro no Brasil (1985, 1991, 2001 e 2011), cinco em Portugal (2004, 2006, 2008, 2010 e 2012) e três na Espanha (2008, 2010 e 2012). Quase sete milhões de espectadores estiveram presentes para assistir aos 968 artistas que passaram pelo evento. No total, foram mais de 979 horas de música, com transmissão para mais de 1 bilhão de telespectadores, em 200 países. A próxima edição será realizada nos dias 13, 14, 15, 19, 20, 21 e 22 de setembro de 2013, na Cidade do Rock (Parque dos Atletas Cidade do Rock: Av. Salvador Allende, s/nº).

(Foto: Reprodução/Internet)

Serviço:

"Rock in Rio - O musical"

Estreia: 3 de janeiro
Local: Grande Sala da Cidade das Artes, Av. das Américas, 5.300, Barra da Tijuca.
Dias e horários: 5ª (apenas dia 3), 6ª, às 21h30; sábado, às 17h30 e 21h30; domingo, às 16h e 20h.
Preço: 5ª, 6ª e dom., às 20h: R$ 40 (camarote lateral 9 e 10 - nível 3); R$ 85 (Camarote lateral 3 e 4 - nível 2 e Camarote central 7 e 8), R$ 100 (Camarote central 1 e 2 e frisa lateral 3) e R$ 120 (plateia). Sáb. e dom., às 16h: R$ 70 (camarote lateral 9 e 10 - nível 3); R$ 110 (Camarote lateral 3 e 4 - nível 2 e Camarote central 7 e 8), R$ 130 (Camarote central 1 e 2 e frisa lateral 3) e R$ 160 (plateia).
Capacidade: 1.224 lugares (e espaço para 24 cadeirantes)
Duração: 2h50
Classificação etária: 14 anos
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!