Netinho quer agitar Bloco do Chá com “Bate tum tum tum”

Netinho é atração do "Bloco do Chá" (Foto: Divulgação)

De Toronto, Canadá, veio o tom hip-hop, misturou com arrocha baiano e o funk carioca  e saiu “Bate tum tum tum”, a nova música do cantor baiano Netinho. Principal atração do “Bloco do Chá”, Netinho promete agitar o público com o novo trabalho no lançamento oficial do bloco, na noite desta segunda-feira (19), no Circo Voador, na Lapa, no Centro do Rio de Janeiro. Divertida, a composição de Leandro Barros, Neu Azevedo e Gigante, brinca com a mudança do cantor para o Rio de Janeiro e o momento em que conheceu os famosos bailes funk carioca.

Leia também: Nanda Costa confirma presença no “Bloco do Chá”
                       Netinho vai puxar “Bloco do Chá” no Carnaval 2013

E para dividir os vocais e dar um tom pop à música, Netinho convidou o rapper brasileiro, radicado há onze anos no Canadá, Diogo Formagin Neves, o D-Snow. O jovem tem como referências os artistas Drake, Eminem, Justin Timberlake, Alicia Keys, até chegar a grupos como Linkin Park e Black Eyed Peas.

“Bate tum tum tum” vem para dar início aos agitos e baladas do verão 2012/2013 e integrará o repertório do novo show de Netinho. A música ganhou ainda um clipe, dirigido por Edu Peres com cenas filmadas em Toronto e no Rio de Janeiro, numa Pool Party na Estrada do Joá, além dos belíssimos cartões postais, como o Corcovado e o Pão de Açúcar, e a participação da Miss Bumbum Ceará Cibelle Ribeiro e dos atores Thierry Figueira e Jacaré.


Carreira de sucesso
Nascido em Santo Antônio de Jesus, interior da Bahia, no dia 12 de julho de 1966, Ernesto de Souza Andrade Júnior, Netinho, começou sua carreira cedo. Ganhou seu primeiro violão aos 14 anos, um presente de sua mãe, e depois de ingressar no curso de Engenharia Civil da Universidade Católica de Salvador, começou a tocar profissionalmente em bares da cidade, com o repertório de MPB e muita Bossa Nova.

Em 84, descobriu o Carnaval e se apaixonou pela energia dos trios elétricos e pela alegria contagiante da música baiana. No mesmo ano, desfilou como folião no Bloco Beijo, ainda no comando de Luis Caldas & Banda Acordes Verdes. Dois anos depois estreou no circuito do Carnaval como cantor da Banda Beijo, e aos 22 anos gravou o primeiro disco com a banda, intitulado “Prove beijo”, e estourou nas rádios de todo o Brasil com a música “Beijo na Boca”.

Em 93 gravou o primeiro CD solo, “Um beijo pra você”, com esse álbum estourou quatro sucessos, sendo “Menina”, trilha sonora da novela global “Tropicaliente”. Por esse disco Netinho recebeu o primeiro disco de platina no Brasil e o primeiro de ouro no Chile. Em 94 gravou outro disco “Nada vai nos separar” e a canção “Como” ganhou espaço na trilha sonora da novela “História de Amor” e deu a Netinho o disco de dupla platina. Já em São Paulo, Rio de Janeiro e Los Angeles, gravou o disco “Netinho”, que também ganhou uma canção na Rede Globo, a releitura de “Caso Sério”, dessa vez no seriado “Malhação”.

Já em 2001, foi a vez do segundo CD ao vivo, “Terra Carnavalis”, que com hits como “Amor verdadeiro” e “Esse Love” levou Netinho mais uma vez a emplacar nas rádios de todo o país. Em 2002, pela primeira vez em sua carreira, Netinho se afastou das atividades artísticas e tirou férias prolongadas, abrindo exceções para participar da segunda edição do “Portugal Elétrico”, em Portugal e para um show na África. Ainda no mesmo ano gravou o CD “Zuêra”, pela Universal Music, com releituras de clássicos da MPB, em formato pop dançante.

Neste ano, Netinho lançou um projeto especial em homenagem aos 100 anos de Luiz Gonzaga e ao Forró Elétrico, o CD “Netinho – Uma noite no Forró Elétrico”. Disponível apenas para download gratuito no seu site oficial www.netinho.com.br, o CD tem 20 faixas, releituras de grandes sucessos desse ritmo que tem a cara do nordeste, e a música inédita “Quem mandou casar?”, uma paródia muito bem humorada que compara a vida do solteiro à vida do casado.

Na homenagem ao saudoso Rei do Baião Luiz Gonzaga, um medley com “Forró de Cabo a Rabo”, “Olha pro Céu” e “Sanfoninha Choradeira”, que contou com a participação do forrozeiro Adelmario Coelho, e “Xote das Meninas”, que teve o dueto com Seu Maxixe. Para completar a alegria do projeto, outros grandes convidados abrilhantaram o CD: Cavaleiros do Forró, Estakazero e Forró da Pegação.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!