Promoção “O Beijo no Asfalto”

(Foto: Divulgação)

Boa noite arteiros de plantão!! Preparados para maus uma mega promoção do Contracen@rte? No último domingo (5) a nossa equipe conferiu de perto o espetáculo “O Beijo no Asfalto”, de Nelson Rodrigues, que está em cartaz no Teatro Gláucio Gill, em Copacabana, na Zona Sul do Rio. Mais uma incrível montagem deste que é considerado um dos mais impactantes textos da sua safra. Em parceria com a produção do espetáculo, o Contracen@rte está trazendo uma promoção que vai tirar você da cadeira. 

Se você mora no Rio, então fique atento: o Contracen@rte vai sortear três pares de ingressos para as sessões dos dias 13, 20 e 27 de agosto – um par por sessão.  

Para concorrer aos ingressos, basta compartilhar o link com a promoção do espetáculo em nossa fan page no Facebook         (ACESSE AQUI ).

Os sorteios acontecerão todas as sextas-feiras, e o resultado será divulgado na nossa Fanpage do blog. O vencedor receberá as orientações via inbox e estará com o nome na bilheteria do teatro, no dia do espetáculo. Então o que está esperando? Compartilhem já e convide os amigos para conhecer o Contracenarte!!! 


(Foto: Divulgação)
O espetáculo
A montagem mais recente de “O Beijo no Asfalto” reestreia neste sábado (4), no Teatro Glaucio Gill, após breve e elogiada temporada no Sesc de Copacabana. A direção é de César Rodrigues. A encenação marca também as comemorações pelo centenário de Nelson Rodrigues, nascido em 23 de agosto de 1912. A peça foi inspirada na história de um repórter do Jornal O Globo, que foi atropelado por um “arrasta sandália”, espécie de ônibus antigo. Percebendo que estava à beira da morte, o velho jornalista teria pedido um beijo a uma jovem que tentava socorrê-lo. 

Na trama de Nelson Rodrigues, o atropelado da Praça da Bandeira pede um beijo a Arandir, jovem generoso, que não recusa a última vontade de um moribundo. Amado Ribeiro, repórter do jornal Última Hora, personagem já retratado por Nelson no folhetim Asfalto Selvagem, presencia o beijo na boca entre os dois homens e, junto com o delegado Cunha, transforma a história em manchete sensacionalista. 

Amado altera completamente os fatos, retratando Arandir como um criminoso que empurrou o amante para a morte edepois o beijou. A partir daí a vida do rapaz se transforma num inferno, nem mesmo sua mulher acredita que ele é inocente. O episódio ainda traz à tona segredos e questões reprimidas envolvendo Arandir, sua mulher Selminha, a cunhada Dália e o sogro Aprígio.
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!