"O Beijo no Asfalto" volta ao Rio com grande elenco

(Foto: Divulgação)

A montagem mais recente de O Beijo no Asfalto, de Nelson Rodrigues, reestreia neste sábado (4), no Teatro Glaucio Gill, após breve e elogiada temporada no Sesc de Copacabana. A direção é de César Rodrigues. A encenação marca também as comemorações pelo centenário de Nelson Rodrigues, nascido em 23 de agosto de 1912.

Escrita em 1960, a pedido da atriz Fernanda Montenegro, O Beijo no Asfalto é uma das “tragédias cariocas” escritas por Nelson, e um dos maiores clássicos do dramaturgo. Aborda questões fundamentais e recorrentes na obra do autor, como a fragilidade da condição humana, o juízo baseado nas aparências, as crenças duvidosas de parte da sociedade e os desejos reprimidos.

A peça foi inspirada na história de um repórter do Jornal O Globo, que foi atropelado por um “arrasta sandália”, espécie de ônibus antigo. Percebendo que estava à beira da morte, o velho jornalista teria pedido um beijo a uma jovem que tentava socorrê-lo.

Na trama de Nelson Rodrigues, o atropelado da Praça da Bandeira pede um beijo a Arandir, jovem generoso, que não recusa a última vontade de um moribundo. Amado Ribeiro, repórter do jornal Última Hora, personagem já retratado por Nelson no folhetim Asfalto Selvagem, presencia o beijo na boca entre os dois homens e, junto com o delegado Cunha, transforma a história em manchete sensacionalista.

Amado altera completamente os fatos, retratando Arandir como um criminoso que empurrou o amante para a morte edepois o beijou. A partir daí a vida do rapaz se transforma num inferno, nem mesmo sua mulher acredita que ele é inocente. O episódio ainda traz à tona segredos e questões reprimidas envolvendo Arandir, sua mulher Selminha, a cunhada Dália e o sogro Aprígio.

(Foto: Divulgação)

Ficha técnica:
Texto: Nelson Rodrigues
Direção: César Rodrigues
Elenco: Augusto Garcia , Caetano O'maihlan , Fernanda Boechat , Giordano Becheleni , Letícia Cannavale , Mariah Rocha , Cristiano Garcia , Roberto Bomtempo, Thiago Mendonça , Van Loppes e Xando Graça
Elenco stand in: Patricia Elizardo, Leandro Baumgratz e Marco Miranda
Assistente de direção: Leandro Baumgratz
Iluminação: Aurélio de Simoni
Cenário: Dani Geammal
Figurino: Thiago Mendonça
Fotografia: Carol Beiriz
Arte Gráfica: Tarcísio Lara Puiati
Produção Executiva: Camila Fernanda Maia
Gestão do projeto: Augusto Garcia, Letícia Cannavale e Roberto Bomtempo
Realização: Canampo Produções Artísticas Ltda.

Serviço:
O Beijo no asfalto
De 4 a 27 de agosto
Sábado, domingo e segunda às 21h
Teatro Gláucio Gill
Pça Cardeal Arcoverde s/n - Copacabana
Tel. (21) 2547-7003
Capacidade: 154 lugares
Duração: 70 min
Classificação: 16 anos
Ingressos: R$ 20 (inteira); R$ 10 (até 21 anos, estudantes, classe artística e maiores de 60 anos);
Horário de funcionamento: De terça a domingo, a partir das 16h
Vendas antecipadas até as 19h - Pagamento em dinheiro
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

  1. Gostaria de parabenizar a Equipe do Contracen@rte (mesmo que meio tarde)pelo post e pelo sorteio. Eu ADOREI a peça: Um beijo no Asfalto.
    Realmente não esperava por tão boas atuações e uma história simples, porém, divertida :)
    Valeu mesmo. Beijos a todos!

    Bárbara Raupp

    ResponderExcluir

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!