Flip de olho em pequenos grandes leitores


(Foto: divulgação)

Os 10 anos da Flip – Festa Literária Internacional de Paraty serão comemorados também pela Flipinha, voltada ao público infantil, e pela FlipZona, destinada aos jovens. Entre os destaques desta edição estão a diversidade de temas abordados nas Ciranda dos Autores e a participação especial do cronista gaúcho Luis Fernando Veríssimo.

Um dos autores convidados para a Conferência de Abertura da programação principal, Veríssimo fala na Flipinha sobre “Paixão, poesia e imagens”, ao lado da escritora e ilustradora mineira Angela Lago. O escritor é um dos mais ativos participantes da Flip e sempre reserva especial atenção à literatura infantil.

Também escritora e ilustradora, Janaina Tokitaka estará ao lado da escritora Hebe Coimbra na ciranda “Com a pulga atrás da orelha”. Na sexta-feira acontece a divertida reunião dos multiartistas Ivan Zigg e Luciano Pontes. A apresentação terá desenhos, música, encenação e contação de histórias.

É sempre bom lembrar que a Flipinha não dura só cinco dias. Durante o ano todo, o programa educativo envolve cerca de 6 mil alunos e 600 educadores das 38 escolas de Paraty. Projetos como o “Mar de Leitores”, voltado ao apoio na formação de educadores, incentivam o hábito da leitura e propõem trabalhos específicos com os autores participantes da Flip e com o homenageado. Todo ano, as escolas locais recebem o Manual da Flipinha, material para trabalho em sala de aula feito com a curadoria da Casa Azul.

O autor homenageado nesta edição da Flip, Carlos Drummond de Andrade, também recebe toda a atenção das pessoas envolvidas na programação da Flipinha. Em abril foi realizado, durante três dias, um ciclo de palestras, saraus e documentários voltados aos educadores de Paraty. Juntos, eles pensaram em novas formas de trabalhar o poeta em sala da aula.

(Artur Dapieve - foto divulgação)

A FlipZona é uma atividade destinada a jovens que utiliza a tecnologia e o audiovisual para aproximar os jovens da literatura e incentivar a produção cultural. Os participantes do projeto desenvolvem ações durante todo o ano e no período do evento eles registram a Festa e promovem encontros, palestras e oficinas. A exemplo de anos anteriores, a programação da FlipZona é conectada diretamente à programação principal da Flip. Zuenir Ventura e Teju Cole são dois dos nomes da Tenda dos Autores que estão também na programação juvenil.

A contribuição da Associação Casa Azul na difusão da leitura nas escolas locais também resultou na criação e ampliação de bibliotecas para o público infantil e juvenil, com a construção de um acervo de 12 mil livros, metade disponível na sede da entidade e o restante distribuído para mais de 30 escolas da região. Outra conquista importante da Flipinha foi a inclusão da “Hora da Leitura” como política pública educacional no município, que reserva uma hora semanal de leitura na grade das escolas.

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!