Rock in Rio e IMX: Uma sociedade que promete


(Foto: Rodrigo Vianna/Contracen@rte)

Se você já achava o Rock in Rio um mega evento, capaz de atravessar fronteiras, se prepare: ele vai crescer. Pelo menos é o que os empresários Roberto Medina e Eike Batista prometem com um sociedade inédita, que une a maior marca de música do Brasil com o maior grupo de entretenimento, a IMX Live, braço da IMX, holding de esportes e entretenimento dos Grupos EBX e IMG Worldwide. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (11), durante uma coletiva de imprensa que contou, ainda, com um pocket show de Ivan Lins ao lado de George Benson.

(Foto: Rodrigo Vianna/Contracen@rte)

Ao chegar ao segundo andar do Lagoon, na Lagoa, na Zona Sul, foi possível notar o clima de show, com holofotes, mesas decoradas, coquetel e um grande painel luminoso que logo no início deu pistas do que seria falado mais tarde. Durante a coletiva, Medina adiantou que a empresa de Eike Batista comprou 50% das ações da Rock World S.A, detentora da marca Rock in Rio. A previsão é que para os próximos cinco anos sejam investidos U$350 milhões na marca Rock in Rio, em todo o mundo.

Num clima bem descontraído, Roberta Medina, filha de Roberto Medina, apresentou um vídeo com a campanha do Rock in Rio 2013, que será realizado no Rio de Janeiro, em setembro do ano que vem, e anunciou a primeira edição do festival na terra dos hermanos, que acontecerá em outubro de 2013, em Buenos Aires. O vídeo trouxe, ainda, depoimentos de pessoas que conferiram as últimas edições do festival nos três países onde ele é realizado: Brasil, Espanha e Portugal. Mas Medina quer mais. Ele quer levar o Rock in Rio para a Ásia e para a América do Norte. É aqui que entra a empresa de Eike Batista.

(Foto: Rodrigo Vianna/Contracen@rte)

A parceria tem início imediato, já para as edições deste ano na Europa, que acontecem em Lisboa (maio e junho) e Madrid (junho e julho): “Sempre nos admiramos e queríamos nos conhecer. Quando aconteceu foi paixão a primeira vista. Pensando na marca Rio, no desenvolvimento de um mundo melhor, mais sustentável e igual para todos, tornou-se imprescindível avaliar esta sociedade”, diz Medina.

Além de expandir fronteiras, o próximo passo da sociedade com a IMX Live está na exploração de outros desdobramentos da marca Rock in Rio. Atualmente existem três produtos paralelos: o Comics, história em quadrinhos lançada em Madri; a escola de samba carioca Mocidade Independente de Padre Miguel, que elegeu o Rock in Rio como tema para o próximo carnaval; e o musical Rock in Rio, que está sendo criado no Brasil com posterior temporada europeia. 


(Foto: Rodrigo Vianna/Contracen@rte)

O objetivo dos desdobramentos é criar cada vez mais sinergias culturais e comerciais entre todos os países em que é realizado, consolidando o Rock in Rio como marca global de entretenimento. 
O Rock in Rio é o maior evento de música e entretenimento do mundo, contando com 10 edições realizadas no Brasil, Portugal e Espanha. O festival reuniu cerca de 6 milhões de pessoas, que aplaudiram, ao vivo, 813 bandas. Foram mais de 880 horas de música, com transmissão para mais de 200 países pela TV e pela Internet.

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!