A música no teatro



O pop, metal e rock são tão influentes na cultura que eles também são fonte de inspiração para peças de teatro. Da mesma maneira que a música fala de amor, família, superação e de exemplos de vida, no palco ela toma forma, ganha personagens e deixa a história ainda mais profunda e envolvente. Conheça algumas obras que foram adaptadas para os palcos e encenadas no Brasil e no mundo todo.

Mamma Mia! 
A história gira em torno da filha que, dias antes do seu casamento, procura saber quem é seu pai. Para isso, ela convida três homens que fizeram parte da vida da sua mãe. Na trilha sonora, as músicas da banda sueca Abba. Aliás, elas foram a inspiração para a autora do espetáculo Catherine Johnson escrever a trama: afinal, com Dancin' Queen, The Winner Takes it All e Take a Chance on me, falar da vida, amizade e amor fica mais interessante. A peça foi sucesso de público em todas as 270 cidades pelas quais passou. Atualmente, é encenada em sete países, inclusive no Brasil, e está em cartaz há 11 anos.



Tim Maia - Vale Tudo, o musical
Baseada no livro de Nelson Motta Vale Tudo - O Som e a Fúria de Tim Maia, o musical mostra o bom humor de um dos maiores ídolos da música brasileira, que trouxe o soul para o país e era, além de cantor, compositor, guitarrista, baterista, maestro e até empresário. A peça traz Tim em várias épocas, desde sua infância, na Tijuca, no Rio de Janeiro, passando pelo período em que morou em Nova Iorque, até a sua morte, em 1998. Mais do que conhecer sua história, é impossível não cantar Vale Tudo, Não quero dinheiro e Chocolate, entre outros hits inesquecíveis e dançantes do eterno "síndico".

 

Grease
 
Na década de 50, os greasers eram jovens norte-americanos que ganharam fama por serem rebeldes nos costumes e estilo de vida. Em 1971, essa turma virou tema de um dos musicais que mais tempo ficou em cartaz no mundo: passou oito anos em cartaz em Nova Iorque e mais vários anos em Londres. No enredo, a história de uma high school e seus estudantes com seus namoros, carros e drive-ins. A peça fez tanto sucesso que, em 1978, gerou o filme Grease e se tornou um blockbuster. Na trilha sonora, Summer Nights e a clássica, imortal e lendária You're the one that I want

Rock 'n' Roll
O pano de fundo é o fim do comunismo na Europa, principalmente no leste europeu. Os ares de liberdade e amor permeiam todo o espetáculo, que vem com a história de um garoto da antiga Tchecoslováquia estudando na Inglaterra. Entre manifestações, enfrentamentos de exércitos com a população, a música é a válvula de escape. E que seleção de hits: Rolling Stones, Velvet Underground, Guns 'n' Roses, U2, The Doors, Pink Floyd e Beatles, que foram símbolos dessa época, são cantados na peça. E há também a participação de algumas músicas da banda The Plastic People of the Universe, que surgiu na cidade de Praga e foi um dos ícones da resistência ao regime comunista dos anos 60 na hoje república Tcheca. 

The Who's Tommy
A história do garoto Tommy, que ficou extremamente abalado e catatônico depois de testemunhar seu pai cometendo um assassinato e depois de muitos anos, se recuperou e virou um expert no jogo pinball, foi a inspiração para o grupo The Who gravar o álbum Tommy, em 1969 - todas as músicas cantam passagens da vida dele. Esse álbum, por sua vez, foi o ponto de partida para a criação do musical, em 1992. A trama recria o drama do garoto, mas traz também músicas marcantes da banda, como as lendárias Pinball Wizard, The Acid Queen e Amazing Journey.

* Por Guia da Semana
Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Obrigado pela sua opinião!
Contracene, seja o Artista!